16 janeiro, 2007

A culpa é da vontade...

A culpa não, não é do sol
Se o meu corpo se queimar
A culpa não, não é do sol
Se o meu corpo se queimar
A culpa é da vontade
Que eu tenho de te abraçar

A culpa não, não é da praia
Se o meu corpo se ferir
A culpa não, não é da praia
Se o meu corpo se ferir
A culpa é da vontade
Que tenho de te sentir

A culpa é da vontade
Que vive dentro de mim
E só morre com idade
Com a idade do meu fim
A culpa é da vontade

A culpa não, não é do mar
Se o meu olhar se perder
A culpa não, não é do mar
Se o meu olhar se perder
A culpa é da vontade
Que eu tenho de te ver

A culpa não, não é do vento
Se a minha voz se calar
A culpa não, não é do vento
Se a minha voz se calar
A culpa é do lamento
Que sufoca o meu cantar

A culpa é da vontade
Que vive dentro de mim
E só morre com a idade
Com a idade do meu fim
A culpa é da vontade


Música e letra de António Variações / Humanos

5 comentários:

Anónimo disse...

não morre nada...





:)))




beijo





B.
_______________________

indigo des urtigues disse...

Ai estas letras do António...


Bjos

Anónimo disse...

Beijo

bitter-sweet disse...

A culpa é tua.
A culpa é minha.
A culpa é nossa.

Anónimo disse...

é da vontade mesmo!