13 dezembro, 2007

...




Prece


Que nenhuma estrela queime o teu perfil
Que nenhum deus se lembre do teu nome
Que nem o vento passe onde tu passas



Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas.


Poema de: Sophia de Mello Breyner Andresen


2 comentários:

aPreciada disse...

Faço do meu corpo nossas ondas...

kim disse...

No blog http://dear80s.blogspot.com se forem sempre pra baixo encontrarão uma caixinha com um inquérito. VOTEM NA NOSSA DINA, ELA MERECE!!! Ela merece ganhar, não acham? Temos de ser umas para as outras... VOTEM NA DINA!